Vereador de Goiânia apresenta proposta para extinção de zoológico

Por Carlos Freitas

GO goiania projeto zoos TigerRescueColtonCA1Foto ilustrativa / reprodução internet

Zander afirma que a ideia principal do projeto é extinguir os animais das jaulas. “Hoje, é inadmissível levar uma criança para ver animais presos de forma arcaica e que, nitidamente, estão tristes.” Para ele, existem outras formas de se mostrar os animais às crianças.

O vereador salienta que a Capital do Estado pode ser exemplo para o mundo. “O que eu quero é que Goiânia seja pioneira entre as cidades mundiais, e acabar com o modelo de zoológico que existe hoje”, afirma. Questionado sobre o que seria feito com o espaço utilizado, Zander afirma que poderia ser usado como mais um parque na cidade.

Sobre os animais que hoje estão no zoo, o vereador afirma que eles deveriam voltar a viver livres. “Seria ótimo que todos os animais pudessem ser devolvidos ao seu habitat natural. Os que não puderem, a ideia é levarmos para locais em que eles sejam mais bem tratados do que hoje.”

Acidente

De acordo com o vereador, a ideia do projeto é anterior ao acidente que aconteceu nesta semana na cidade de Cascavel, no Paraná. O menino de 11 anos que foi atacado por um tigre no zoológico da cidade teve o braço direito amputado na altura ombro na última quarta-feira, 30, de acordo com o Hospital Universitário (HUOP). Ele passou por uma cirurgia durante a noite e permanece internado, mas seu estado de saúde é estável, sem risco de morrer.

Associação

Meibel Pereira, presidente do Projeto HAMMÃ, grupo de proteção animal, e diretora do Recanto dos pitbulls, afirmou que ainda não sabia do projeto, mas que concorda com apresentação. “A gente concorda o animal tem que viver em condições naturais. Em um zoológico eles sofrem maus-tratos, já que não estão em seu habitat e se estressam com a visitação. Os animais têm que viver livres. É uma atitude honrosa do vereador, já que está pensando no bem-estar dos animais”, afirmou Meibel.

Fonte: DM

Nota do Olhar Animal: Excelente a iniciativa do vereador. Que seja replicada em legislativos por todo o país. Sobre o episódio trágico em Cascavel, PR, se visitantes tinham como chegar tão próximos dos animais sem barreiras físicas e/ou monitoramento de funcionários do zoo que os impedisse, o que houve não foi um 'acidente' e sim resultado de uma gestão irresponsável do zoológico. E, mesmo que venha a ter condições que não causem danos a humanos, os danos causados a animais são inerentes ao encarceramento deles. A exploração comercial do confinamento de animais deve ser extinta.

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.

Publicidade solidária

Adquira as obras de Sônia T. Felipe

PUBL livros sonia1